NUMERO DE VISITANTES CL MANIACOS AGRADEÇE A TODOS VOCES

TRADUTOR

29 de jan de 2016

Diretor do clipe de “Corazón” da Claudia Leitte conta detalhes dos bastidores da gravação

Com pouco mais de 24 horas no ar, o clipe em espanhol da Claudia Leitte, para a música “Corazón”, com Daddy Yakee, está próximo da marca de um milhão de acessos. Gravado com externas, em uma praia no Rio de Janeiro, e também em estúdio, com cenas da cantora em topless, o vídeo tem direção do Marcos Mello, que conversa com o POPline sobre o trabalho. “A minha sinergia com a Claudia foi muito forte, o que permitiu fotografá-la em um clima artístico mais íntimo. Por isso a preocupação na curadoria da equipe para que o set se mantivesse na mesma sinergia”, diz o profissional. Segundo ele, a expectativa que girava em torno do primeiro clipe da carreira internacional da Claudia Leitte, contratada da Roc Nation, aumentou a responsabilidade da produção. Diretor de cena e fotografia da Zohar Cinema, Marcos conta que o vídeo exigiu todo cuidado com cada detalhe, desde a linguagem, a fotografia, a pesquisa, a arte, a locação, o stylist, a curadoria da equipe, tudo. “A Zohar e a Cavallaria trabalharam a todo vapor para desenhar uma produção, fruto de muita pesquisa e conversa entre nós e Claudia para que estivesse à altura da projeção internacional”, conta. “Tudo isso para dois grandes objetivos: o conceito da música e a imagem da Claudia, porque nesse momento ela está se comunicando mundialmente”. Durante a gravação na praia, houve uma preocupação especial na logística da produção, para que pudessem trabalhar mantendo todo o sigilo, sem que nada fosse divulgado. O diretor conta que, no dia em que foram para o set, aconteceu uma tempestade com ventos fortes, mas a equipe estava preparada e conseguiu manter o cronograma. Outra curiosidade é que Claudia Leitte e Daddy Yankee haviam se conhecido há pouco tempo. Eles tinham gravado a música separadamente e só se encontraram quando ele pisou no Brasil, para a gravação do clipe e a performance no “The Voice”. A sorte é que houve química e eles demonstraram muita sintonia. “Por isso criei a cena da ‘cadeia de espelhos’, um jogo de reflexos que conecta os dois no mesmo quadro, num amor bandido. Com o movimento da minha câmera, eu podia oscilar entre os dois mundos na sintonia e ritmo da música. E explorar as características marcantes de cada, trouxe uma química única para as cenas, foi gratificante ver o resultado”, diz o diretor. “Fazer um filme que tenha excelência de imagem, que seja contemporâneo, que transmita toda a energia da Claudia, todo o talento de Daddy Yankee, foi o grande desafio”.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário